Exposição "O Rio da Memória: Arqueologia no Território do Leça", no âmbito das Jornadas Europeias de Património. Galeria Nave dos Paços do Concelho de Matosinhos, Janeiro 2010.

"Ao longo de vários séculos o Rio Leça foi o traço unificador e o principal referencial identitário desta região que se estende desde o Monte Córdova até ao litoral atlântico. A bacia hidrográfica do Rio Leça constitui assim uma unidade geográfica natural que articula uma vasta área onde, desde a Antiguidade, a ocupação humana teceu uma densa rede de sítios e monumentos, que formam hoje um importante património cultural. No entanto nas últimas décadas, por diversos motivos, o Rio Leça foi perdendo o seu papel de referência desta região e tornou-se um quase obscuro curso de água praticamente desconhecido dos seus habitantes. Esta exposição pretende assim contribuir para devolver ao Rio Leça a sua importância como referência principal desta região.
Os diversos trabalhos de investigação arqueológica produzidos recentemente vieram ampliar, de forma significativa, o nosso conhecimento sobre a história desta região. A exposição "O Rio da Memória: Arqueologia no Território do Leça", tem o objectivo de apresentar e divulgar junto dum público mais vasto e heterogéneo o património histórico-cultural desta região e a evolução do povoamento e da paisagem desde a pré-história até à Alta Idade Média." C.M. Matosinhos.

Sem comentários:

Enviar um comentário